Formada em arquitetura pela FAU-USP, Mel Kawahara se interessa pelas possibilidades de trabalhar diretamente com os materiais – consequência de sua crítica ao desenvolvimento dos objetos apenas pela racionalidade e funcionalidade do desenho.

Sua pesquisa se desdobra em formas que surgem exclusivamente das descobertas do manuseio. As luminárias feitas pela designer são os resultados dessa investigação sobre as qualidades intrínsecas aos materiais.

A superfície plana ganha assim volume e tridimensionalidade por meio da dobra. A folha branca, por sua vez, vira desenho e geometria através da luz e sombra.

Dobrar, redobrar, vincar e plissar se transformam em operações de descoberta sobre os limites do material. A delicadeza das luminárias procura assim afinar o olhar e inserir sensibilidade em nosso cotidiano.